Papo de Marido

0
  • 16 abril 2015
  • Lorenna Bastos
  • Tags:
  • Não basta ser marido, tem que participar...Pois é! Não bastasse quebrar a cabeça bancando o programador (Não sou garoto de programa!) e Designer (#sqn), fui classificado na minha carteira conjugal como colunista deste humilde blog e eu preciso impressionar a patroa (que conste nos autos que a vaga foi solicitada por mim). Em tempos de crise, a gente precisa fazer de tudo um pouco nessa vida, não é verdade? hum?! 

    Na minha primeira reunião de trabalho nesta honrosa função, fui designado a abordar a visão "maridística" da instituição chamada casamento. A ideia não é espalhar toalhas molhadas pelos posts e marcas de sapato sujo de terra vindo da rua neste layout novinho em folha, mas fazer um contra-ponto saudável da ótica majoritária deste blog (leia-se,um contra-ponto à visão feminina) de como é estar casado ou pretender-se casar, constatações, opiniões...

    Costuma-se dizer que homem é tudo igual...Nunca vou saber se é verdade pois considero impossível conhecer todos os homens do mundo e fazer esta média, mas de uma coisa eu tenho certeza que é um erro esperar que homens e mulheres tenham a mesma visão das coisas, mesmas expectativas, ações e reações. Para se afirmar isto não é necessário ser psicólogo e ainda afirmo que nisto está um dos maiores pontos de conflito entre casais. Que tal tratarmos dessa questão ?

    Vamos conversar também sobre casa, jardim, animais de estimação, livros e outras coisas do interesse geral. Qualquer queixa, por favor, não falem para a patroa porque tenho medo de ser demitido e tenho uma cã filhote para criar. Sugestões e comentários sempre serão bem vindos!
    Foto: Zarolho Foto.Mídia

    Abraços,
    Hawston Pedrosa, o marido.

    0 comentários :

    Postar um comentário